Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter


Era Del Nero quem mandava na CBF, diz defesa de Marin nos EUA

Em julgamento por corrupção nos EUA, a defesa de José Maria Marin, o ex-presidente da CBF, resolveu jogar a responsabilidade de todas as falcatruas sobre o atual ocupante do cargo, Marco Polo Del Nero; segundo a defesa de Marin, era Del Nero quem representava o Brasil na direção da Fifa; Marin seria a "grande figura" do futebol brasileiro, segundo o advogado do cartola em prisão domiciliar

14/11/2017 - [05:27] - Mundo

247 - Charles Stillman, advogado de José Maria Marin, o ex-presidente da CBF que está sendo julgado em Nova York no escândalo de corrupção da Fifa, diminuiu o papel de seu cliente em negociações no órgão que comanda o futebol no mundo todo.

Em sua primeira aparição diante do júri, Stillman disse na corte do Brooklyn que Marin atuou como jogador no banco de reserva. Ele estava lá, mas não assumiu as responsabilidades típicas de um presidente da CBF, entre elas a de ocupar um assento no Comitê Executivo da Fifa.

A estratégia é jogar a responsabilidade pelos supostos crimes na conta do atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, então vice de Marin e indiciado pelas autoridades dos Estados Unidos.

Segundo a defesa de Marin, era Del Nero quem representava o Brasil na direção do órgão internacional. Era ele a "grande figura" do futebol brasileiro, segundo o advogado do cartola em prisão domiciliar.

As informações são de reportagem de Silas Martí na Folha de S.Paulo.


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados