Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Aroldo Vasconcelos

FRANCISCO AROLDO - Economista, professor, consultor, palestrante, assessor parlamentar, analista de projetos públicos e privados; Foi presidente do Conselho de Economia de Rondônia; Foi Conselheiro do COFECON por Rondônia​; ​Foi Diretor Regional do SENAR em Rondônia;

MEDITANDO SOBRE A NOSSA CURTA EXISTÊNCIA HUMANA

09/10/2017 - [15:13] - Opinião


Esses dias de outubro tenho conversado bem mais com Deus, ouvido bem mais os sentimentos e observado bem mais o que me rodeia e os que me rodeiam e lendo e relendo alguns livros antigos e ainda, porque estamos em um mundo de mídias, vendo videos (no youtube) sobre as grandes épocas da humanidade e sobre as três ultimas décadas do século XX; e aí me veio um maravilhoso sentimento de esvaziamento - contemplar o mundo.

Pode parecer estranho para os leitores, pois somos de uma cultura mundista ocidental que está impregnada de materialismo e falar que se está se esvaziando, parece pouco prático ou muito retórico, apenas para os leigos.

Posto que tudo parece mesmo que nasceu há 10 mil anos no Oriente e que do meio do mundo para cá, nas Américas de apenas quinhentos anos, somos meio que uma civilização adolescente, as inúmeras criticas a esse tipo de pensamento não me afetam, mais - até 2014 sim;

Estamos próximos de virar mais uma década desse novo milênio e ainda corremos por aqui atrás do vento, como diz nos Salmos e pela fala de algum profeta esquecido no ano 700 A.C.

A loucura do dia a dia competitivo desse modo de vida americano dá-nos a todos nós um compromisso com a velocidade e com a qualidade (plástica) que apenas servem ao consumo e à estética voraz da juventude.

Músicas, teatro, jornais, livros, passeios em família, circo, pescarias, reuniões entre amigos para jogar cartas, pegadinhas ingênuas e um bom e velho bate-papo nas calçadas parece mesmo que ficaram esquecidas na década de 80 - não servem mais.

É uma grande pena que todos sejam deprimidos e espremidos por esse pensamento equivocado de "mordernidade" (assim mesmo a escrita) e de vida social digitalizada.

Como ser vivente vivemos aprendendo de um tudo e devemos guardar sempre a fé e a esperança em melhores dias, mas essa etapa de contemplar e de reviver coisas relmente importantes é sempre bom, espero que essa energia e esse sentimento chegue a mais pessoas para que na unidade da comunidade que somos todos nós, surja ao menos ao acaso, nova e melhor performance operativa de uma nova realidade e que seja menos plástica e veloz, um pouco mais de conteúdo e de liquidez servirá aos propósitos da nova geração.

Deus ajude às Américas.


 

Tag's: Opinião


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados