Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter


STF divulga hoje íntegra da delação de donos da JBS

19/05/2017 - [10:50] - Política


André Richter - Repórter da Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve divulgar por volta das 12h a íntegra da delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos do grupo JBS, controlador do frigorífico Friboi. Os depoimentos preencheram cerca de 2 mil páginas, e as oitivas foram gravadas em vídeo. 

Ontem (18), após retirar o sigilo dos depoimentos, o STF divulgou o áudio gravado pelo empresário Joesley Batista em uma reunião com o presidente Michel Temer. A prova faz parte da investigação que foi aberta contra o presidente na Suprema Corte. Também foram citados os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Zezé Perrela (PMDB-MG), além de pessoas ligadas a eles, no entanto, essa parte ainda não havia sido divulgada oficialmente.

O áudio tem cerca de 40 minutos. Na conversa, Temer e Batista conversam sobre o cenário político, os avanços na economia e também citam a situação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi preso na Operação Lava Jato, por volta dos 11 minutos. Ouça o áudio.

Em pronunciamento na tarde de ontem, Temer afirmou que não irá renunciar ao cargo e exigiu uma investigação rápida na denúncia em que é citado, para que seja esclarecida. "Não renunciarei. Repito não renunciarei", afirmou.

Sem seguida, em nota divulgada à imprensa, o Palácio do Planalto informou que o presidente não acreditou na veracidade das declarações de Joesley. 

“O presidente Michel Temer não acreditou na veracidade das declarações. O empresário estava sendo objeto de inquérito e por isso parecia contar vantagem. O presidente não poderia crer que um juiz e um membro do Ministério Público estivessem sendo cooptados”, disse a assessoria do Palácio do Planalto, em nota. A expectativa do governo é que o STF investigue e arquive o inquérito”, diz a nota.

Tag's: Política


Comentários

  • Sebastião Farias - 19/05/2017

    À luz desses últimos acontecimentos, em relação a Pedra que caiu sobre o golpe no Brasil, é importante nesse momento, que além dos principais protagonistas do golpe, também, o afastamento ou cassação de todos os parlamentares golpistas, que juntos com empresários, donos de meios de comunicação, jornalistas, colunistas, economistas, Agentes de governo e membros do judiciário que apoiaram, defenderam e defendem o golpe, sejam exemplarmente, responsabilizados só pelos prejuízos que causaram ao Brasil mas, também, pelos benefícios que impediram que se realizassem para a nação e, pelos impactos negativos que proporcionaram à democracia, ao estado de direito e ao povo brasileiro. Apesar de que, como a grande maioria da população brasileira que não mais acredita ou confia plenamente, em nosso Poder Judiciário, pelos inúmeros deslizes legais, constitucionais e de parcialidade, tornados públicos e de conhecimento do povo, através da imprensa, mesmo assim, devemos, em consideração àquela parcela fiel aos princípios constitucionais e às boas práticas e ética jurídicas que, certamente, ainda existe, que esse poder essencial à cidadania, não perderá essa última oportunidade de resgatar sua respeitabilidade e confiabilidade popular, agindo daqui em diante, respeitando e defendendo a justiça imparcial para todos, como determina a CF; suspensão de todas as reformas ilegítimas sem participação do povo até um novo governo; devolvendo o Poder usurpado através do golpe, amparado na mentira e insinuação, conforme afirma as mídias nacionais, à quem de direito o conquistou nas urnas, legal e legitimamente; ou então, realização de novas eleições diretas e justas, para solução dessa crise política. És a provação de nossa Justiça: ter que provar para todos os cidadãos brasileiros, que ela é JUSTA e merecedora de respeito e confiabilidade. Lembrem-se, tendo a Bíblia Sagrada como exemplo, Deus Todo Poderoso, raramente usa o bem para destruí o mal. Ele, o Senhor, único dono da história, quando o mal chega ao limite de sua vaidade, Deus age fazendo que o próprio mal se autodestrua para não comprometer o bem. O Senhor é Justo e, a Justiça é dom de Deus. Tudo isso, se faz necessário, para que a governabilidade seja possível, em benefício de todo o povo. O antídoto para encarar a corrupção, são: a conscientização cidadã do povo; o respeito à CF; o respeito ao estado de direito pleno; a democracia; o respeito à ética na vida pública e privada e; o amor fraterno ao próximo. No Brasil atual, o que temos disso? Paz e bem.

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados