Porto Velho (RO) sábado, 6 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Antônio Cândido

NA NOITE DE NATAL


 

        Antônio Cândido da Silva.

Na minha infância de menino pobre

deixava meus pedidos na janela

que eram feitos pra Papai Noel

durante minhas noites de Natal.

E todo ano, então, se repetia

de eu encontrar molhada do sereno

minha carta deixada na janela

e a velha meia uma vez mais vazia.

Na minha inocência de criança,

verifiquei, depois de muita busca,

não existir de fato uma resposta

que pudesse afinal me convencer.

Menino rico sempre recebia

seu presente na noite de Natal,

enquanto aquele que nascia pobre

nenhum presente tinha a receber.

Passou o tempo...

e depois que a lenda eu entendi

o meu desejo de menino pobre

mudou de endereço e de opção.

Até que um dia,

ela que veio, assim, de muito longe

(pois nasceu pra enfeitar Copacabana)

me cativou e pela vez primeira,

passou comigo a Noite de Natal.

Eu lhe abri a porta da minha alma

completamente entregue e embevecida.

Ela entrou e, a partir de então,

todo dia é Natal na minha vida.

        Para Maria no Natal de 2014.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Antônio Cândido

ASSASSINOS DA NOSSA HISTÓRIA - A ORIGEM

ASSASSINOS DA NOSSA HISTÓRIA - A ORIGEM

Estou escrevendo o meu sexto romance entre os meus treze livros já escritos e, “Nas terras do Até que Enfim,” retrata a ocupação do antigo Território,

PORTO VELHO — SETENTA ANOS DE CUMPLICIDADES

PORTO VELHO — SETENTA ANOS DE CUMPLICIDADES

  Antônio Cândido da Silva   Estou a caminho de completar setenta anos que cheguei a Porto Velho, no distante ano de 1945. Vinha do Seringal Boa Hora,

CANHOTOS UNIDOS, JAMAIS SERÃO VENCIDOS!

CANHOTOS UNIDOS, JAMAIS SERÃO VENCIDOS!

          Antônio Cândido da Silva           Como estamos em tempos de igualdades, de reivindicações das minorias, de indenizações pelo que os nossos

D  E  S  A  B  A  F  O

D E S A B A F O

Antônio Cândido da Silva Estou a pensar com os meus botões e, de repente, me vem à lembrança que dia 14 de março é o dia nacional da poesia. Assim, co