Porto Velho (RO) sábado, 6 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Silas Rosa

Vinte mulheres morrem por dia no Brasil vítimas do HPV



No Brasil, mesmo com a existência de vacina para combater o vírus, cerca de 20 mulheres morrem, todo dia, vítimas de câncer provocado pelo HPV (sigla em inglês para papiloma vírus humano). A estatística foi divulgada na manhã desta sexta-feira (20) pela vice-presidente da SBIM (Associação Brasileira de Imunizações), Isabella Ballalai, durante palestra a médicos, enfermeiros e acadêmicos de medicina, no auditório do Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero), em Porto Velho.Vinte mulheres morrem por dia no Brasil vítimas do HPV - Gente de Opinião

Segundo Isabella Ballalai, o HPV é o vírus causador do câncer do colo do útero e é muito comum na região norte do País. “50% da população mundial tem ou já teve o HPV. Em Rondônia há um fator de risco muito grande por ser uma região que propicia a proliferação do vírus. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV. Eles são classificados como de baixo risco de câncer e de alto risco de câncer. Somente os de alto risco estão relacionados a tumores malignos”, afirma a médica.

Como a vacina contra o vírus não está disponível na rede pública, “por vários fatores”, Ballalai afirma que é dever do médico prescrever a vacina e falar ao paciente sobre a importância dela. Na rede particular, onde está disponível, a vacina custa em torno de R$ 550, de acordo com informação do médico pediatra Silas Rosa, que também palestrou sobre vacinas e imunização no Curso de Educação Médica Continuada do Cremero.

O pediatra explicou que, para incluir uma vacina no programa de vacinação pública, o Governo considera vários fatores, dentre eles o grau de importância em detrimento de outras vacinas.

Silas Rosa, que falou sobre as bases das vacinações, foi quem abriu o módulo de imunização do Curso de Educação Médica Continuada. Ao falar sobre o evento, o pediatra destacou a participação dos estudantes e dos enfermeiros que, segundo ele, estão incluídos na maioria dos serviços em hospitais, clínicas e postos de saúde. “O Cremero está de parabéns por ter os incluído enfermeiros como seu público alvo nesse curso”.

Este módulo do Curso de Educação Médica Continuada do Conselho Regional de Medicina, abordando a questão da imunização, prossegue neste sábado com as palestras da professora de infectologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Jacy Andrade; da infectologista do Hospital Emílio Ribas - SP, Marina Matsumoto; da enfermeira Miriam Moura, do Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo e do pediatra Silas Rosa.

O curso de imunização é realizado pelo Cremero com apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Imunizações (SBIM).

Fonte: Cremero
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silas Rosa

 As doenças meningocócicas (I)

As doenças meningocócicas (I)

Silas A. Rosa (*) Neisseria meningitidis, também conhecida simplesmente como meningococo, é uma bactéria causadora de doenças terríveis, entre as quai

O que é o Herpes simples

O que é o Herpes simples

  Silas A. Rosa (*)                                                Na semana passada falamos sobre o Herpes zoster. Agora vamos abordar outra doença:

O que é herpes e a vacina do zoster

O que é herpes e a vacina do zoster

  Silas A. Rosa (*)   Herpes é a designação de duas doenças muito diferentes: o herpes simples e o herpes zoster. Neste artigo falaremos somente do zo