Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Silvio Santos

Colaborador do Gentedeopinião, ZEKATRACA é titular da coluna Lenha na Fogueira no jornal Diário da Amazônia. E-mail: [email protected] - Informo aos colegas dos grupos folclóricos que se quiserem que divulguemos seus eventos, é só enviar a programação via e-mail [email protected] ou pelo ZAP ZAP 9302-1960.

Maracujá, última noite - Por Zekatraca

16/07/2017 - [05:14] - Cultura

 

Hoje será feita a apuração dos votos dos jurados, que este ano, tiveram como coordenador e orientador o Professo/Doutor Marco Antônio Teixeira. Apenas os grupos de quadrilhas foram avaliados já que os bois bumbás, alegando falta de recursos suficientes, solicitaram a direção da Federon e foram atendidos para que não participasse do julgamento.

A noite vai começar com a premiação dos vencedores da 36ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás do Arraial Flor do Maracujá e em seguida a apresentação da quadrilha “Matutos da Roça” de Rio Branco (AC).

Pela primeira vez a direção da Federon vai promover o Duelo entre os grupos de dança de toada, Yaporanga (azul) X Waitku Mayakan (verde). “Esperamos que o público aprove, a intenção é transformar esse Duelo em atração todos os anos, no Flor do Maracujá”, disse o presidente da Federon Fernando Rocha.​

 

 


 



Lenha na Fogueira


Termina na noite deste domingo (16), a 36ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás – Arraial Flor do Maracujá.

 

********

Esta edição do Flor do Maracujá entra para a história. As apresentações deste ano, contaram com grupos do município de Humaitá (AM) e de Rio Braco capital do estado do Acre. Quer dizer, o Flor do Maracujá ganha o status de Arraial Interestadual.

 

*******

Olha que a Federon através do seu departamento artístico, recebeu solicitação de grupos de vários municípios de Rondônia e do interior do Acre, porém, por falta de espaço na agenda de apresentações, não pode atender tantos pedidos. “Só concordamos em atender, aqueles grupos que se responsabilizasse pelo transporte, a Federon apenas deu apoio logístico como alojamento e alimentação (lanche)”, informou o presidente Fernando Rocha.

 

*******

Outra novidade da 36ª Mostra, foi o Duelo entre os grupos de dança de toadas Waitku Mayakan X Yaporanga. Na realidade, esses dois grupos de dança, também se apresentaram como tribo de vários grupos de bois bumbás.

 

*******

Este ano com raríssimas exceções, os grupos de quadrilhas que se apresentaram pelo grupo especial, colocaram indumentárias novas e muito bem produzidas. Apesar do recurso a cada grupo de quadrilha ser considerado irrisório, apenas R$ 6 Mil a maioria se apresentou com roupas luxuosas. Pesquisamos os preços das indumentárias das Rainhas e dos Casais de Noivos e chegamos a média de R$ 3 Mil cada vestido de Rainha e em média R$ 5 Mil só o vestido de noiva. Pra quem recebeu apenas R$ 6 Mil...

 

*******

Não tem como não elogiar os investimentos que os grupos de quadrilha fazem para se apresentar no Flor do Maracujá. O presidente da quadrilha Rádio Farol Severino Castro confirmou a este colunista, que o grupo este ano, investiu aproximadamente R$ 50 Mil. Ano passado a JUABP investiu mais de R$ 80 Mil em sua apresentação.

 

*******

Apesar do espetáculo proporcionada pelo Rádio Farol, não podemos dizer que o título está garantido, pois essa coluna foi feita na manhã de sábado e a noite, ainda teve a apresentação da JUABP e na quinta feira, a Roça é Nossa também dançou espetacularmente. Posso até arriscar um palpite. A campeã da 36ª Mostra do Flor do Maracujá será uma dessas duas, Roça é Nossa ou Rádio Farol. Sem esquecer que não vi a JUABP.

 

*******

Difícil mesmo, talvez tenha sido para os jurados escolherem as duas juninas, que no ano que vem, vão cair para o grupo de acesso. Assim como a decisão que vai escolher o melhor grupo a que vai decidir quem vai cair será nos mínimos detalhes. No máximo um décimo de diferença.

 

*******

O Flor do Maracujá chega a sua última noite, contabilizando recorde de público. Aliás, a média de público deste ano pode superar a de 2016 que foi de 15 mil. “Nossa meta é chegar aos 18 Mil”, disse Fernando.

 

********

Graças a intervenção do superintende da Setur Júlio Olivar, as apresentações dos grupos folclóricos, foram registradas pela equipe de comunicação do governo estadual, em vídeo.

 

*******

O site O Observado do jornalista Fogaça passou a ser conhecido em vários países e em praticamente todo o Brasil, pois, foi o único meio de comunicação que transmitiu as apresentações ao vivo. A média de visualização dia, foi de aproximadamente 80 Mil. Posso garantir essa marca, porque atuei como comentarista em várias noites.

 

*******

A única nota negativa do Flor do Maracujá deste ano, vai para a péssima apresentação do Boi Bumbá VENCEDOR. Sugerimos a direção da Federon e da Guarnicê, chamarem a direção desse grupo para uma fala muito séria. Eles receberam R$ 8 Mil como cachê e praticamente não colocaram nada na arena do Flor.

 

*******

Salve o Flor do Maracujá o maior evento folclórico da região Norte!
 

 


 


 

Rádio Farol, espetáculo
visual no Maracujá


A apresentação na noite de sexta feira (14), da quadrilha junina Rádio Farol na 36ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás – Arraial Flor do Maracujá foi espetacular.

Festejando seus 20 anos de criação e de Arraial, a quadrilha dirigida pelo professor Severino Castro colocou na arena 48 pares que sob o comando do marcador Maxsuel mostraram todas as fases da quadrilha durantes esses anos todos. Na realidade, o mestre cerimônia Ruimar convidou o casal de Velhos para contar a história e assim começou a apresentação, que recebeu aplausos de mais de 20 mil expectadores, que se espremiam nas arquibancadas, camarotes, área vip e até na área de dispersão. “É a Rádio Farol”, comentava a professora Nazaré Silva uma das criadoras do Flor do Maracujá. “Isso enriquece as apresentações do Arraial” comentava o jornalista Everaldo Fogaça. O site Observador através de sua página no Facebook transmitiu ao vivo toda apresentação e registrou mais de 100 mil visualizações e mais de Mil comentários, oriundos de praticamente todo o Brasil e alguns países como França, Inglaterra, Espanha e Japão, todos elogiando o espetáculo, que foi a apresentação da Rádio Farol no Flor do Maracujá 2017.

A décima segunda noite do Flor do Maracujá, começou com a apresentação do boi mirim “Brilhantinho” que em virtude de problemas com seu levantador de toadas, não contou com Banda ao vivo, foi na base do som mecânico e mesmo assim, fez ótima apresentação. O segundo grupo a se apresentar foi a quadrilha mirim Rosas de Ouro que como sempre, é destaque pela garra da gurizada.

O Boi Bumbá Diamante Negro do Amo Aluízio Guedes fez bela apresentação, com a maioria das músicas de autoria do compositor e levantador de toadas Walcir Nonato. Além do Walcir destacamos a dança da Rainha do Folclore Joiara Guedes e da Cunhã Poranga Aga Maria, da Maruja de Guerra e da evolução do boi pelo “Tripa”. Indumentárias dos itens muito bem trabalhadas, enfim, foi muito boa a apresentação do Diamante Negro.


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

Opinião TV

+ Vídeos

publicidade

E-mail: [email protected] - [email protected]

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados